Mobilização de servidores paulistas lota auditório do CPP | CAPESP – Centro Associativo dos Profissionais de Ensino do Estado de São Paulo

Mobilização de servidores paulistas lota auditório do CPP

Print Friendly

Em mais uma nova demonstração de união, os servidores públicos de São Paulo se reuniram na última segunda-feira (26/5) no CPP (Centro do Professorado Paulista) para juntos exigir o fim da cobrança previdenciária de aposentados e pensionistas. O evento foi promovido pela CNSP (Confederação Nacional dos Servidores Públicos) com apoio e participação de diversas entidades, incluindo as que compõe a Frente Nacional São Paulo pela PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 555/06. Outras duas PECs foram também tema do encontro: a 219/12, que permite que servidores públicos das carreiras administrativas possam exercer o cargo de professor e a 170/12, que garante proventos integrais ao servidor que se aposentar por invalidez.

O ato também contou com a presença de parlamentares das esferas municipais, estaduais e federal. Para o deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB/SP), é necessário pressionar o governo, mostrando que o servidor público também tem força, para que a matéria seja votada na Plenária do Congresso. Já o deputado federal Ivan Valente (PSOL), afirmou que é uma injustiça que a Classe continue pagando pela própria aposentadoria, mesmo depois de contribuir por muitos anos. O deputado federal João Dado (Solidariedade) ressaltou a importância dos servidores públicos para  construção do Estado Brasileiro e conclamou os colegas a continuarem nesta luta.

Em sua fala, o coordenador da Frente Nacional São Paulo pela PEC 555/06 e representante da Delegacial Sindical de São Paulo do Sindifisco Nacional (Sindicato dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil), Rubens Nakano, relembrou as campanhas realizadas em favor da matéria, principalmente dos encontros com o presidente da Câmara dos Deputados, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB/RN).

Nakano ainda citou uma conversa que teve com o deputado Vicentinho (PT/SP) na qual o parlamentar afirmou estar a favor da matéria. Sobre a questão da retirada de sua assinatura do requerimento da inclusão da matéria na pauta de votação, Vicentinho disse que foi necessária porque não houve

consulta prévia ao partido. Ele também lembrou da reunião com a Bancada Feminina da Câmara dos Deputados e outras atividades, como a solicitação de apoio ao ex-presidente Lula em dezembro de 2013.

Por fim, ele conclamou os presentes para o grande ato a ser realizado no dia 29 de maio, no Auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, que, segundo Nakano, pode ser um dia decisivo e dar um rumo positivo à matéria.

A coordenadora da Frente da Mulher Aposentados e representante do Sinesp (Sindicato dos Especialistas de Educação do Ensino Público Municipal de São Paulo), Aparecida Teixeira, lembrou da luta estratégica e focada do grupo junto à Bancada Feminina, importante bloco parlamentar que reúne as deputadas federais. “Não queremos mais ser cobradas pelo que já pagamos. Chega desse confisco que praticam contra a aposentada e a pensionista”, disse a representante das mulheres.

No fim da reunião, os colegas realizaram uma passeata pela avenida Liberdade até a praça João Mendes.

 

Autor: Jornalismo DS/SP

Você pode deixar um comentario, or trackback a partir do seu proprio site.

Deixe seu Comentario

You must be logged in to post a comment.

Powered by WordPress | Download Free WordPress Themes | Thanks to Themes Gallery, Premium Free WordPress Themes and Free Premium WordPress Themes